Lendas do Râguebi Sul-Africano Vêm a Portugal

Tag.Rugby.Play.01

Teve lugar, em junho de 2016, um jogo de râguebi muito especial. A South African Rugby Legends Association (SARLA, Associação Sul-Africana de Lendas do Râguebi) promoveu um jogo entre alguns dos melhores jogadores sul-africanos de sempre, já retirados, e uma equipa composta igualmente por antigos jogadores portugueses.

A Associação Sul-Africana tem como um dos seus objetivos o “fund-raising” para apoio a crianças carenciadas na África do Sul, sendo que o jogo serviria igualmente para a promoção do râguebi em Portugal. Além disso, os promotores sul-africanos da ideia (o instrutor de râguebi Lorne King e o empresário Tim Vieira), grandes entusiastas de Portugal e com fortes ligações ao país, quiseram aproveitar o encontro para juntar pessoas de ambos os países.

Golfe e râguebi: o desporto como ponto de encontro

O dia começou com umas tacadas de golfe nos “greens” do resort Penha Longa, próximo de Sintra. Da parte da equipa da África do Sul, constavam nomes como Percy Montgomery, Butch James, Lawrence Sephaka e Brent Russell. Contudo, apesar do alto currículo, o jogo foi disputado e equilibrado até ao fim, dado o espírito de confraternização que animava tanto o público como os espetadores presentes. Só perto do final da partida é que Danie Gerber, reputado como um dos melhores jogadores de râguebi sul-africanos de sempre, decidiu a partida a favor da sua equipa, isto apesar da sua relativamente avançada idade (Gerber nasceu em 1958).

Após o jogo teve lugar um leilão, com o ex-jogador Rudi Keil assumindo o papel de “leiloeiro”, que permitiu angariar cerca de 100.000 rands (equivalente a cerca de 6000 euros) para os fins de caridade da SARLA. No final, os sul-africanos convidados – a maior parte dos quais nunca havia estado em Portugal – ficaram extremamente bem impressionados com o país, tanto como destino turístico e de férias, quer numa ótica de investimento empresarial. No ar ficou a possibilidade de organizar um evento semelhante, mas desta vez no país que deu ao mundo o exemplo de Nelson Mandela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *